Mário Zambujal
Crónica dos Bons Malandros
September 13, 2019 Comments.. 992
Crónica dos Bons Malandros Mário Zambujal A gang decides to rob the Gulbenkian Museum, tired of their petty robberies During the book talks about the life of each element of the gang and how they met But the assault on the museum did not go as expected Uma quadrilha decide assaltar o Museu Gulbenkian, farta dos seus banais assaltos Durante o livro fala sobre a vida de cada um dos elementos da quadrilha e comA gang decides to rob the Gulbenkian Museum, tired of their petty robberies During the book talks about the life of each element of the gang and how they met But the assault on the museum did not go as expected Uma quadrilha decide assaltar o Museu Gulbenkian, farta dos seus banais assaltos Durante o livro fala sobre a vida de cada um dos elementos da quadrilha e como se conheceram Mas o assalto ao museu n o correu como esperavam. Cr nica dos Bons Malandros A gang decides to rob the Gulbenkian Museum tired of their petty robberies During the book talks about the life of each element of the gang and how they met But the assault on the museum did not go a
  • Title: Crónica dos Bons Malandros
  • Author: Mário Zambujal
  • ISBN: 9789725646113
  • Page: 232
  • Format: Paperback
  • Crónica dos Bons Malandros Mário Zambujal

    • BEST PDF "↠ Crónica dos Bons Malandros" || DOWNLOAD (PDF) Ì
      232 Mário Zambujal
    • thumbnail Title: BEST PDF "↠ Crónica dos Bons Malandros" || DOWNLOAD (PDF) Ì
      Posted by:Mário Zambujal
      Published :2019-09-13T00:38:48+00:00

    1 Blog on “Crónica dos Bons Malandros

    1. Cat says:

      Desde sempre que ouvi os meus pais dizerem que Cr nica dos Bons Malandros era um livro divertid ssimo S que durante muito tempo n o o pude ler, j que a minha m e tinha emprestado o dela a algu m que nunca o devolveu Ent o este ano, quando a minha m e fez anos, arranjei forma de lhe devolver o livro s estantes comprei o E agora li o, algo que j queria fazer h muito tempo.Apesar de ter esperado muitos anos para o ler, as expectativas n o eram demasiadas E ainda bem, porque este livro de M rio Zamb [...]

    2. Ana says:

      Divertida hist ria protagonizada por uma quadrilha de m o cheia J n o me ria assim com um livro faz tempo.

    3. Sofia Teixeira says:

      Imaginem uma quadrilha composta por pessoas que n o s o mais que os estilha os dos seus tumultuosos passados Este grupo t o diversificado de pessoas e personalidades decide que quer assaltar a Gulbenkian Nem imaginam o misto de emo es que senti a ler este livro Admito, com alguma vergonha e embara o, que s agora me iniciei na escrita de M rio Zambujal, mas j estou completamente rendida S posso agradecer ao meu fisioterapeuta por me ter convencido a l lo Cada cap tulo deste pequeno grande livro d [...]

    4. Ângelo says:

      Um l der mais meia d zia de infortunadas vidas que se ir o entrela ar cumprem o des gnio deste livro.Renato o pacifico o l der desta quadrilha de malandros composta por Pedro o justiceiro , um fugitivo por ter um desentendimento com a sua professora, encaixilhou lhe um quadro na cabe a, os colegas apelidaram no de justiceiro e assim ficou Pedro ap s este incidente foge para a capital onde passado algum tempo est a trabalhar para um repara tudo especializando se assim em fechadurasFl vio o doutor [...]

    5. Ana says:

      Podem ler a opini o completa no blog Floresta de LivrosEste foi um livro divertido, que me fez boa companhia nos poucos minutos que conseguia roubar para ler Ri me v rias vezes, especialmente na parte final E por falar no final, achei o muito bom e algo inesperado, ou pelo menos foi uma boa jogada do autor.Mas, no geral, n o fiquei encantada com este livro N o foi uma leitura que me marcasse, nem sequer foi t o satisfat ria como esperava.Percebo porque t o conhecido, mas podia ter algo mais.

    6. carpe librorum :) says:

      Depois de ter come ado pelo fim, com Cafun , Serpentina e O Di rio Oculto de Nora Rute, resolvi ir ao in cio da carreira liter ria deste autor Eu j devia ter lido isto na adolesc ncia, mas antes tarde que nunca, est lido, numa espetacular tarde de praia de fins de setembro Zambujal continuou com o mesmo estilo, r pido e certeiro, recheadinho de bom humor e deliciosos jogos de palavras Fez ele muito bem, porque a receita funciona e satisfaz Continuo a preferir o Cafun por causa do enquadramento h [...]

    7. Rui Alex says:

      Foi me dito que seria um livro divertido e li com essa expectativa Mas, como n o tenho sentido de humor quanto isso, n o devia ter esperado por algums momentos de risada pois acabaram por n o acontecer excepto com algumas express es usadas pelo autor.Fica aqui a nota pessoal para mais tarde, ao revisitar esta biblioteca digital, voltar a ler o livro com outro estado de esp rito.Mas devo apontar que gostei da estrutura do livro Foram narrados os passados de cada uma das personagens e cada um foi [...]

    8. Martim Neto mariano says:

      Absolutamente deliciosa a escrita de M rio Zambujal A vivacidade aterradora Not vel

    9. Vanessa Henriques says:

      Uma boa leitura

    10. Marisa Martins says:

      Renato, Fl vio, Marlene, Pedro, Silvino, Adelaide e Arnaldo s o sete malandros que o destino fez quest o de unir, em diferentes alturas de suas vidas, depois de terem sofrido algum tipo de rasteira do destino Sempre a seguir a m xima de nunca usarem armas, os sete levam a vida a cometer pequenos delitos, dos quais conseguem sempre desenvencilhar se com muita destreza, e que n o lhes causam problemas a elaborar e ou executar.A fasquia sobre quando um italiano chega com uma proposta capaz de rende [...]

    11. Joana Marta says:

      Descobri que este autor n o para mim Este foi o segundo livro que iniciei ap s ter tentado um outro e que tive de deixar a meio Tenho de dizer que o desenlace final me deixou algo boquiaberta, n o esperava de todo que tivesse este final, n o foi portanto, de todo previs vel O meu problema com este livro foi a escrita do autor, que infelizmente n o aprecio, o que tornou a leitura algo penosa A estrutura estava engra ada, come ar por descrever cada um dos malandros, dando lhes personalidades e his [...]

    12. Andreia Silva says:

      T nhamos decidido, no clube de leitura, que o pr ximo livro tinha de ser algo leve porque andavamos numa onda de escolher livros melanc licos Algu m sugeriu que M rio Zambujal seria uma escolha perfeita e al m disso um autor portugu s De facto, este Cr nica dos Bons Malandros um livro descontra do de leitura r pida e com um humor deveras pertinente Estes bons malandros s o, a meu ver, tipicamente portugueses, mas que no fundo s o at boas pessoas O livro n o tem muito que se lhe diga em termos de [...]

    13. syrin says:

      J n o me lembro h quantos anos li Hist rias do Fim da Rua Ali s, prefiro nem saber, que para n o me assustar Sei que gostei muito do livro, mas entretanto pouco mais me fixou na mem ria Numa visita a casa, e sem inspira o para ler, foi ao M rio Zambujal que regressei E em boa hora o fiz Se tudo neste livro hilariante nunca mais vou conseguir ouvir o nome Lalique sem desatar a sorrir , tem muito mais impacto agora que reconhe o os locais por onde as personagens passam mesmo se a dist ncia que me [...]

    14. Edite says:

      Foi depois de todo este mau passadio que, uma noite, no Bar do Japon s, clube dos proscritos, finamente rasca, gravata de seda e cuspidela no ch o, prostitutas, chulos e homossexuais, neg cios de candonga, droga, sexo e artigo abafado, segredos de amor e juras de morte, apalp es e navalhadas, marujos de todos os mares esmifrados com meigui e ou m fila foi num s tio assim, o Bar do Japon s,que numa noite errante e sem f Pedro conhe eu Renato A hist ria de uma quadrilha seleccionada Marlene, Fl vi [...]

    15. Catarina Graça says:

      Grande viagem no tempo aos anos 80 Renato Pac fico, Pedro Justiceiro, Fl vio Doutor, Arnaldo Figurante, Adelaide Magrinha, Silvino Bitoque, Marlene e ainda um Lucien Obelix Todos mais ou menos malandros com interesse e necessidade em mudar de vida, para isso resolvem dar um grande e final golpe, assaltar o Museu da Gulbenkian Tem uma cad ncia r pida, cada um dos cap tulos mais ou menos a hist ria de cada um dos personagens e de como se conhecem indo tudo dar ao assalto hist rico bastante ligeiro [...]

    16. Maria João says:

      A Cr nica dos Bons Malandros uma obra sensivelmente com a minha idade Apesar de durante a d cada de 80 ter sido uma crian a pequena, n o deixo de reconhecer a linguagem coloquial e as in meras refer ncias ao Portugal da altura Tamb m n o sendo lisboeta de nascen a, a cidade acolheu me na vida adulta e foi um prazer rever nas p ginas deste livro locais ic nicos da capital com um sabor ainda mais especial por estar actualmente a viver fora do pa s.M rio Zambujal tem nesta obra uma escrita escorrei [...]

    17. Carolina says:

      Este daqueles que serviu apenas o prop sito do entretenimento quase como as matin s de domingo da televis o generalista Li o nas desloca es casa trabalho casa de tr s dias, terminei mesmo agora e j n o me lembro de muitas das hist rias Tem uma boa dose de comicidade, tem um bom ritmo as personagens t m a sua gra a, mas de t o estereotipadas chegam a cansar um bocadinho sobretudo nos di logos.

    18. Sara says:

      O meu primeiro Livro de M rio Zambujal muito alegre e divertido Conta a hist ria de uma quadrilha que planeia o Grande assalto das suas vidas, que lhes vai permitir a reforma antecipada Esta quadrilha composta por um Justiceiro, um larapio complusivo, uma magricela, um ex boxeur figurante, um quase doutor e claro o chefe da mesma e a namorada, quase todos acidentalmente escorregaram para a vida do crime.

    19. Bruno Espadana says:

      Uma cr nica perfeita da malandragem de Lisboa no in cio dos anos 80, com personagens inesquec veis e um sentido de humor perfeito e malandro Um cl ssico que, trinta anos depois, continua com uma frescura irresist vel.

    20. João Cruz says:

      o M rio Zambujal um bom malandro que escreveu uma cr nica divertida, mas tamb m um pouco crua sobre uma quadrilha carregada de talentos Adoro a dedicat ria que o autor escrevinhou no exemplar que comprei na feira do livro de Lisboa, este ano.

    21. Raquel Alves says:

      Adorei revisitar este super cl ssico.

    22. Lúcia Costa says:

      Uma escrita muito leve e com sentido de humor.

    23. Ana says:

      Leitura ligeirinha, mas uma hist ria engra ada.

    24. Mafalda Torrão says:

      Adorei Ali s como todos os livros de M rio Zambujal

    25. Paula says:

      Divertido

    26. Bruno Valente says:

      Um cl ssico

    27. Elizabeth says:

      Great

    28. Babete says:

      Uma escrita simples, uma hist ria portuguesa, recomendo

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *